Um sargento da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul morreu neste domingo (19) em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, depois de uma briga envolvendo a esposa e o filho dela. Francisco Targino da Cruz, de 50 anos, foi atingido no peito por um disparo de arma de fogo.

Segundo a polícia, os tiros foram disparados supostamente pelo enteado do militar.

O boletim de ocorrências narra que o sargento havia passado a noite ingerindo bebida alcoólica com a sua namorada em uma casa noturna de Rondonópolis.

Ao retornarem para casa dela, o policial teve uma crise de ciúmes. Então, o sargento atirou no pé direito da namorada.

Ao presenciar a briga, o filho da vítima entrou em luta corporal com o policial, momento em que ocorreu o disparo que atingiu o sargento.

Logo depois, a Polícia Militar chegou ao local, encontrando as duas vítimas caídas no chão, uma ao lado da outra, o policial atingido no tórax e a namorada com ferimento no pé direito.

As vítimas foram socorridas e encaminhadas ao Hospital Regional, onde o policial não resistiu ao ferimento e morreu.

O filho da mulher foi detido e encaminhado à 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis, onde foi lavrado o flagrante por homicídio.

Segundo a polícia, testemunhas serão ouvidas para esclarecimentos dos fatos e o resultado das perícias para conclusão do inquérito e encaminhamento para Justiça, será finalizado dentro do prazo de 10 dias.