Uma garota de programa foi presa e confessou que matou cliente C.R.O., de 43 anos, por ciúmes. Ela disse que não aceitava que  ele se relacionasse com outras colegas. A vítima foi morta a tiros nesta segunda-feira (30), em Tabaporã (643 km de Cuiabá). A mulher foi autuada em flagrante. 

De acordo com a Polícia Civil, o corpo de C. foi encontrado em uma estrada na zona rural da cidade, com sangue na cabeça e vários tiros pelo corpo.

Os investigadores fizeram diligências para averiguar com quem ele esteve horas antes do crime e chegaram à uma garota de programa que, conduzida para a delegacia, revelou ter estado com a vítima, mas negou o crime. Através dela, os agentes chegaram a uma segunda prostituta. A Polícia não divulga os nomes. 

Durante abordagem os policiais  encontram uma arma de fogo – possivelmente a arma do crime. Num primeiro momento ela negou, mas acabou confessando diante das evidências e foi autuada pelo delegado Bruno Palmiro pelo crime homicídio doloso, quando há intenção de matar. 

“Evidências apontavam para ela, que acabou confessando o crime que foi motivado por ciúmes. Ela é profissional do sexo e passou a querer exclusividade com a vítima, que também se relacionava com outras mulheres”, explicou o delegado.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.