Policiais civis, militares e bombeiros receberam, nesta semana, o treinamento de nível técnico avançado em radiocomunicação digital. A ferramenta garante a integração e segurança na troca de informações entre as forças de segurança, pois possui criptografia de ponta a ponta, evitando que a comunicação tenha interferências.

Ao todo, 15 policiais militares, quatro bombeiros e um policial civil, de diferentes regionais, foram capacitados na manutenção em primeiro nível, que consiste nos conhecimentos técnicos para o manuseio do radiocomunicador, substituições, configurações de equipamentos, interferências e manutenção preventiva, juntamente às Estações de Rádio Base (ERB) – repetidoras instaladas em todos municípios.

O coordenador do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), tenente-coronel BM Rogério Quinteiro, destacou o papel fundamental desse sistema, bem como a capacitação dos servidores da segurança.

“A inserção da tecnologia digital no sistema de comunicação das unidades está trazendo mais rapidez e segurança na comunicação. A capacitação realizada possibilita aos servidores condições para auxiliar em ações pontuais, como eventuais problemas técnicos, além de diminuir o tempo de parada do sistema”, pontuou o coordenador do Ciosp.

O treinamento teve duração de 40 horas e foi realizado no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) de Cuiabá.

Sistema radiocomunicação

O Governo do Estado já digitalizou o serviço de radiocomunicação da região metropolitana de Cuiabá e Várzea Grande. Além das Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps) 3, 4, 5, 11 e 14 que compreende Sinop, Rondonópolis, Barra do Garça, Primavera do Leste e Nova Mutum, respectivamente. O investimento é cerca de R$ 40 milhões.

Implantação

A implantação do projeto foi dividida em etapas. A próxima e última fase de digitalização, contemplará as demais Risps do Estado. Dessa forma, finalizando a digitalização em todos os municípios de Mato Grosso. 

(Com supervisão de Alecy Alves)