O presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), José Costa, afirmou que as medidas tomadas pelo Governo de Mato Grosso – como equilibrar as contas e reduzir impostos – têm beneficiado todo o setor.

A declaração foi dada durante jantar promovido pela Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso (FCDL-MT), na noite de terça-feira (24.05), que contou com a presença do governador Mauro Mendes.

“Fico orgulhoso vendo esses números de Mato Grosso, essas ações diferentes do que vemos em outros lugares. Mato Grosso tem elevado o nome do nosso país. Isso mostra trabalho, eficiência, dinamismo. Mostra a valorização desse setor que tanto trabalha e gera emprego”, pontuou.

De acordo com o presidente da FCDL-MT, David Pintor, a redução de impostos teve impacto positivo direto para todos os lojistas mato-grossenses.

No início do ano, foi reduzido o ICMS de itens como energia elétrica (de 27% para 17%), telecomunicações (de 30% para 17%), gás industrial (de 17% para 12%) e diesel (de 17% para 16%). Ao todo, mais de 140 impostos e taxas foram reduzidos ou isentados na atual gestão.

“Reconhecemos o trabalho do Governo do Estado em reduzir o ICMS nos últimos meses. Isso trouxe impacto positivo para a nossa sociedade e para os nossos empresários. Todos consomem energia, consomem o combustível e fomos automaticamente impactados dentro das nossas empresas. Temos um estado competitivo agora” declarou.

Além da redução de impostos, o setor também comemorou a criação do fundo garantidor no valor de R$ 100 milhões, que permitirá aos pequenos e micro empresários obterem linhas de crédito nos bancos tendo o Estado como avalista. 

“São projetos como esse que trazem riqueza para todos. É usar o crédito como uma das grandes molas propulsoras do crescimento”, destacou o presidente do SPC Brasil, Roque Júnior. 

Também estiveram no evento: o senador Wellington Fagundes, a senadora Margareth Buzetti, o deputado estadual Dilmar Dal Bosco e o presidente da CDL Cuiabá, Célio Fernandes.