Seis pessoas foram flagradas carregando um veículo oficial, da prefeitura de Itiquira (MT), com várias caixas de cerveja em um mercado de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. A caminhonete estava estampada e exibia que era de propriedade da vigilância sanitária, órgão vinculado a secretaria municipal da cidade do interior de Mato Grosso.

Após o ato repercutir no município e nas redes sociais, a Prefeitura de Itiquira divulgou uma nota de esclarecimento e publicou um decreto com as orientações de uso de veículos oficiais do município:

O presente decreto formaliza norma complementar a Lei nº 871 de 25
de fevereiro de 2015, quanto ao uso de veículos oficiais do município, pelos servidores
públicos quando do exercício de suas funções.

Fica vedado ao servidor público, quando do uso de veículos de
serviço comum do Município de Itiquira o transporte, sem a devida autorização, de:
I – Bens e/ou objetos particulares adquiridos durante viajem e que não
tenham ligação com a função que foram exercer, tais como compras de gênero alimentícios,
bebidas (alcoólicas ou não), eletroeletrônicos, e congêneres.
II – Bens e/ou objetos particulares de terceiros, tais como compras de gênero
alimentícios, bebidas (alcoólicas ou não), eletroeletrônicos e congêneres.

Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Prefeitura Municipal de Itiquira vem a público esclarecer que o fato ocorrido no dia 06 de maio, veiculado em meios de comunicação, onde funcionários municipais transportaram bebidas alcoólicas em veículo oficial foi um fato isolado sem permissão e que não condiz com os atos praticados pela gestão. Informa que já está tomando todas medidas cabíveis quanto ao acontecido. O gestor lamenta e repudia o ocorrido, esclarece a dificuldade de fiscalização de todas as viagens e deslocamentos de veículos pertencentes ao Município, mas que irá tomar as providências para evitar que o fato se repita.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.