A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), em parceria com o Ministério da Saúde, promove nesta quarta e quinta-feira (13 e 14.04) a primeira Oficina de Qualificação da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no Estado de Mato Grosso. O evento ocorre no Hotel Holiday Inn, em Cuiabá.

A ação, realizada por meio do Centro Especializado em Reabilitação Dom Aquino Correa (Cridac), permite a troca de experiências exitosas alcançadas em outras regiões brasileiras, possibilitando que as iniciativas que já acontecem em outros Estados possam ser implementadas na rede mato-grossense.

Participam da capacitação profissionais que atuam nos Escritórios Regionais de Saúde, unidades descentralizadas, representantes das gestões municipais, estaduais e federal do Sistema Único de Saúde (SUS), além de coordenadores e profissionais dos serviços de reabilitação da Rede de Pessoas com Deficiência (PCD).

Mais de 100 profissionais recebem a qualificação de forma presencial e a oficina também é transmitida virtualmente, com intérprete de libras e participação remota de mais de 180 pessoas.

Para o Coordenador Geral da Saúde da Pessoa com Deficiência do Ministério da Saúde, Ângelo Roberto Gonçalves, a oficina gerará muitos frutos. Mato Grosso é o sexto Estado brasileiro a receber a qualificação.

“É importante para fazer a qualificação da Rede de Cuidados da Pessoa com Deficiência. A oficina visa realizar o apoio interfederativo do Ministério da Saúde com os Estados e dentro dos municípios fazer um reajuste, uma roda de conversa com toda Rede de Atenção em Saúde”, explicou.

O diretor do Centro Especializado em Reabilitação Dom Aquino Correa (Cridac), Luiz Antônio Ferreira, pontua que a oficina é possível graças ao incentivo da SES, que objetiva expandir essa Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência e permitir fácil acesso ao atendimento por meio dos Centros Especializados em Reabilitação (CER).

“A Secretaria trabalha para ampliar a descentralização da Rede de Cuidado. Ou seja, para que o cidadão do interior consiga realizar a reabilitação no seu município. Aumentamos os incentivos aos municípios e serão pagos recursos para a compra de equipamentos para reabilitação no próprio município. O Ministério da Saúde percebeu a nossa movimentação e trouxe a oficina para aprimorar ainda mais esse trabalho”, comemora o gestor.

Atualmente, dos 141 municípios de Mato Grosso, 132 já dispõem de uma unidade de reabilitação. Já o Estado dispõe de sete Centros Especializados em Reabilitação, sendo dois em Cuiabá (um gerido pelo Estado e outro pela Capital), e os demais em Rondonópolis, Barra do Graças, Sinop, Cáceres e Várzea Grande, sendo geridos pelos municípios.

Também participa do evento a presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia e Ocupacional da 9ª Região de Mato Grosso (Crefito-9), Ingridh Farina da Silva. O Conselho atua fiscalizando a atividade no estado na perspectiva do usuário e acompanha as ações dos Centros de Reabilitações.

“É importante avaliarmos o impacto direto dessa oficina para Mato Grosso, pois gerará frutos positivos. Com certeza, essa iniciativa é fantástica. Os nossos profissionais serão capacitados para atender usuários que estão na ponta. A rede de reabilitação de Mato Grosso carece desse treinamento, pois é uma das mais fragilizadas”, avaliou.  

A fisioterapeuta e coordenadora do Cridac, Luciana Campelo, ainda pondera que a pessoa com deficiência tem dificuldade de acesso aos direitos previstos. “Às vezes falta informação, então é muito importante que a gente compreenda como é que está funcionando em outras regiões brasileiras para que, a partir dos casos de sucesso, seja possível implementar isso na rede mato-grossense”.

Serviço

O Cridac é uma unidade da rede de Cuidado à Pessoa com Deficiência, que fica localizado na Rua G, s/n Bloco A, do Centro Político Administrativo. Para mais informações sobre o atendimento prestado pela unidade especializada, entre em contato pelos telefones: (65) 3613-1933 ou 3613-1910.