A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), por meio da Superintendência de Diversidades, elabora o “Caderno Pedagógico – Educação Especial”, com orientações para a organização do ensino a estudantes com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e Altas Habilidades/Superdotação.

O caderno será produzido nos formatos digital e impresso, com previsão de envio para as escolas regulares, especializadas e instituições parceiras da Seduc, como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), no fim de julho.  

O material irá considerar os componentes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e do Documento de Referência Curricular (DRC) e contemplará informações de ordem prática, com base nas dúvidas de gestores e professores recebidas pela equipe da Educação Especial.

“Todas as diretrizes operacionais que o professor precisa para desenvolver com qualidade o trabalho do aluno com deficiência nas escolas regulares e especializadas vão estar subsidiadas nesse material”, esclarece a técnica da Educação Especial, Glaucia Gonçalves.

Glaucia ressalta atualmente as informações são repassadas por telefone e e-mail e que por meio do caderno pedagógico os direcionamentos serão fornecidos de forma mais eficiente.

Sob supervisão de Rui Matos