Um carregamento de cocaína pura, avaliado em mais de R$ 1,5 milhão, foi apreendido pela Polícia Civil no município de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), durante cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar.

A ação realizada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), na tarde de quinta-feira (31.03), resultou também na prisão de um homem e duas mulheres. 

O suspeito, de 42 anos, tem passagem criminal por tráfico de drogas na Polícia Federal, e as duas mulheres, de 26 e 62 anos, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Em diligências de combate à criminalidade, os policiais civis identificaram um suspeito responsável pela distribuição de entorpecentes no bairro Jardim Assunção e região, além de abastecer pontos de vendas de droga na cidade de Poxoréo.

Conforme apurado, o suspeito realizava o comércio de cocaína e pasta base de cocaína na própria residência e de sua mãe, bem como a esposa do investigado atuava no tráfico, pois quando o esposo não estava no imóvel, era a mulher quem atendia os usuários e fazia a venda.

Com base nos indícios e materialidade de tráfico, a Polícia Civil representou pelos mandados de busca e apreensão domiciliar da casa do casal e da residência da mãe do suspeito, as quais ficam próximas, deferidos pela juízo da 5ª Vara Criminal da Comarca de Rondonópolis.

Na quinta-feira (31), os investigadores avistaram o momento em que um usuário chegou no endereço do casal para comprar droga. Ao realizar a abordagem, foram apreendidas porções de cocaína adquiridas pelo valor de R$ 50 cada.

Em seguida, a equipe policial foi aos endereços alvos das ordens judiciais, onde foi apreendida uma grande quantidade de cocaína pura e pasta base de cocaína, quatro balanças de precisão, dinheiro, dois veículos, entre outros materiais.

Diante do flagrante, os três envolvidos foram conduzidos até a Derf de Rondonópolis, interrogados e autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Após a confecção dos autos, os presos foram colocados à disposição da Justiça.