A Polícia Militar prendeu em flagrante um homem de 34 anos pelo crime de estupro de vulnerável, na madrugada desta quarta-feira (13.04), em um hospital na Capital. A vítima era paciente da unidade de saúde e estava sob efeito de medicação quando sofreu os abusos.

Por volta de 2h, a PM foi acionada via 190 para verificar uma situação onde uma mulher, que está em uma gravidez de risco, denunciou ter sido vítima de estupro. No local, os policiais encontraram a vítima, que afirmou ter sofrido o crime após ter tomado uma medicação e ficado sozinha no quarto.

Em seguida, o suspeito chegou no local, retirou a roupa de baixo da paciente e começou a passar sua mão nas partes íntimas da vítima, que, paralisada devido a medicação, não conseguiu se mover para reagir.

A mulher pediu para o suspeito parar a ação, mas o homem se negou, até o momento em que uma recepcionista entrou o quarto e flagrou o crime.

Após o homem sair, a vítima chamou por seu esposo e, juntos acionaram a Polícia Militar, que esteve presente no local. O suspeito foi encontrado ainda no local e detido em flagrante, sendo encaminhado para o Plantão da Delegacia de Defesa da Mulher para registro da ocorrência e demais providências cabíveis.

Disque-denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.