Um estudo realizado pelo Instituto Semesp entre agosto e outubro de 2021 aponta que profissionais com ensino superior completo têm uma faixa salarial maior. Conforme o levantamento, feito com mais de 8.500 egressos e alunos de graduação do país, a quantidade de pessoas que recebem remuneração acima de cinco mil reais teve crescimento de 135% após a conclusão do ensino superior.

Entre os estudantes que recebiam até mil reais antes de terminar o curso, pelo menos 91,4% apresentaram rendimento superior a esse valor após a conclusão. Ainda segundo a pesquisa, dentre os estudantes que recebiam entre dois mil e três mil reais antes do encerramento do curso, cerca de 66,8% avançaram para um rendimento acima de três mil. Antes de concluir o curso de nível superior, apenas 2,9% recebiam acima de cinco mil, e após a conquista do diploma esse percentual saltou para 26%.

Para 78,8% dos egressos de instituições privadas, a graduação é considerada importante para entrar no mercado de trabalho, visto que o direcionamento que se consolidou ao longo das últimas décadas revela uma tendência de contratar profissionais com ensino superior, requisito que deve se tornar ainda mais efetiva nos próximos anos. 

“Constantemente vemos exemplos de como a educação modifica a realidade das pessoas. Além de ser um agente de transformação financeira, o ensino superior permite novas perspectivas, mudanças sociais de famílias que passam a vivenciar nova realidade”, destaca a pedagoga e coordenadora do curso de Pedagogia da Anhanguera, Camila Fortuna. 

Dia da Educação 

Hoje, 28 de abril, é o Dia da Educação. A data convida a sociedade a refletir sobre a importância do tema. Dentre as muitas formas de educar, o consenso atribui a essa palavra o ato de desenvolver um indivíduo para a formação cidadã.

O termo “educação” possui múltiplos significados como aponta o dicionário Michaelis: processo que visa ao desenvolvimento físico, intelectual e moral do ser humano, através da aplicação de métodos próprios, com o intuito de assegurar-lhe a integração social e a formação da cidadania; conjunto de métodos próprios a fim de assegurar a instrução e a formação do indivíduo; ensino, conhecimento, aptidão e desenvolvimento em consequência desse processo; formação, preparo, dentre outros conceitos.

A longo prazo, a educação é capaz de assegurar oportunidades e competividade na conquista e manutenção de um emprego, com melhores salários e cargos. Para a professora Camila Fortuna, à medida que a taxa de escolaridade da população aumenta é natural que o mercado de trabalho também amplie seu nível de exigência na qualificação da mão de obra. “Os cargos disponíveis no mercado de trabalho exigem um diploma de nível superior. Com isso, a busca por uma carreira estável e bem-sucedida está atrelada à qualificação profissional oferecida em uma faculdade”, afirma a professora. 

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.