As aulas do Programa Mais MT Muxirum começaram nesta segunda-feira (11.04) em 108 municípios do Estado. Cerca de 9,3 mil alunos com idade acima de 15 anos, que nunca foram alfabetizados, estão tendo a oportunidade de aprender a ler e escrever.

O programa é realizado pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), e conta com a parceria dos municípios em regime de colaboração, e tem por objetivo erradicar o analfabetismo no Estado até 2025.

Dona Raimunda Martins de Queiros, de 82 anos, fez parte do programa no ano passado e agora sente a transformação no seu cotidiano. “Agora leio gibi, jornal, placas de rua, o que me dá mais segurança. Estou feliz porque vou poder até ler e cantar na igreja, uma coisa que me deixava com vergonha”, ressaltou.

A coordenadora do programa em Arenápolis, Rose Leal Cardoso, conta que os idosos muitas vezes são mais dedicados do que os jovens. “Eles sabem a importância de saber ler, apresentam muita força de vontade, mesmo com as dificuldades, para aprender mais. Com a pandemia, também foi importante para que tivessem interação, pois estavam se sentindo muito isolados. É bem gratificante ver a conquista deles”, destacou a coordenadora.

No ano passado, o programa atendeu 58 municípios, agora saltou para o atendimento de 108 cidades, mas a meta é chegar aos 141 municípios do Estado. Até o momento, já estão matriculados 9.300 pessoas, mas ainda há vagas, pois os educadores realizam uma busca ativa do público e o ingresso pode ocorrer, mesmo com o início das aulas.

O Mais MT Muxirum é realizado dentro de 6 meses, utilizando o método Construtivista, que usa as referências do cotidiano do aluno para facilitar a integração e o aprendizado. O Muxirum vem trabalhando para que o aluno consiga ler, escrever e realizar as 4 operações matemáticas e, ao final, eles passam por uma avaliação.

Aqueles que estão aptos, recebem certificados e se desejarem continuar os estudos, estão instrumentalizados para integrar o sistema da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O Mais MT Muxirum tem atendimento flexibilizado quanto ao local, pode ocorrer em centros comunitários, igrejas, escolas, e com turma reduzida, de 10 a 14 estudantes no máximo. O Governo executa o apoio técnico e pedagógico, realizando a formação de profissionais, avaliações externas, premiação de escolas e acompanhamento das ações.