A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) orienta que a população mato-grossense atualize os dados cadastrais nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de seus respectivos municípios.

A medida é importante para aqueles que aguardam algum atendimento eletivo via Sistema Único de Saúde (SUS), pois é por meio das informações pessoais, como o número de telefone, que as equipes de Regulação entram em contato com os pacientes.

De acordo com a secretária adjunta de Regulação da SES, Fabiana Bardi, com o retorno dos atendimentos eletivos e incentivo do programa Mais MT Cirurgias, os municípios têm como desafio contatar o paciente que está na fila da regulação.

“É importante que as pessoas procurem a unidade básica de saúde de referência para o seu bairro e atualize os dados como telefone e endereço. Dessa forma, os municípios não terão dificuldades em localizar o paciente que aguarda por uma consulta, exame ou cirurgia na Rede Pública de Saúde”, explica a gestora.

O Mais MT Cirurgias impulsiona a realização dos procedimentos eletivos por meio de um investimento de aproximadamente R$ 105 milhões que possibilita a realização de até 138 mil procedimentos eletivos.

Segundo a coordenadora da Ouvidoria Setorial da SES, Marisa Dorilêo Negretti, o setor recebe entre 10 e 20 ligações por dia de pessoas questionando a data do seu procedimento.

“Eles perguntam para nós [da Ouvidoria] se vão ser chamados. Temos reforçado a orientação de que atualizem o cadastrado na unidade de saúde mais próxima, como Policlínica e unidades do Programa de Saúde da Família (PSF)”, explicou Marisa.