Seis empresas se interessaram e apresentaram propostas para a execução da obra de construção do Hospital Regional de Tangará da Serra, durante sessão de concorrência pública realizada nesta quinta-feira (03.03). A construção da unidade de saúde está estimada em R$ 117,2 milhões e contará com 151 leitos, entre UTI e enfermaria. 

Conforme o setor de Obras da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), a documentação apresentada por cada uma das empresas será submetida ao processo de análise para saber se estão de acordo com os termos estabelecidos em edital.

Após essa análise, a SES irá publicar em Diário Oficial do Estado o nome das empresas homologadas, ou seja, que atenderam aos critérios previstos em edital e concorrerão entre si para a construção do hospital. A empresa que apresentar o menor preço ganha a licitação.

A estrutura

O Hospital Regional de Tangará da Serra contará com 151 leitos, sendo 111 leitos de enfermaria e 40 UTIs, entre adultas, pediátricas, neonatal e unidade semi-intensiva neonatal, para atendimento na média e alta complexidade.

A unidade de Saúde também vai ter 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

Novos hospitais

O Governo do Estado também irá iniciar em 2022 a construção de outros três novos Hospitais Regionais, como de Juína, cuja licitação está em fase de habilitação. Neste momento, a SES analisa o recurso e contrarrazões da proposta de preço ofertado pelas duas empresas habilitadas para a ocorrência da obra estimada em R$ 119 milhões. 

Para a concorrência da construção do Hospital Regional do Araguaia, localizado em Confresa, a SES está analisando o recurso das três empresas habilitadas para a obra da unidade de saúde. O hospital está estimado em R$ 116,7 milhões.

A licitação para construção do Hospital Regional de Alta Floresta também está em fase de recurso das sete empresas habilitadas para concorrerem a obra. A construção da unidade de saúde está estimada em R$ 119 milhões e contará com aproximadamente 17 mil metros quadrados.