Dez recuperandos da Cadeia Pública de Colniza estão atuando na confecção de materiais para a pavimentação das ruas da cidade. Recentemente, os privados de liberdade realizaram a pavimentação parcial da Travessa Martin Lutero, da Rua dos Cajueiros e da Rua Amapola, todas em Colniza.

Além da produção dos blocos, que é feita dentro da unidade, os recuperandos também estão trabalhando no assentamento deste material para que a pavimentação seja realizada. A ação é fruto de uma parceria entre o Conselho da Comunidade, a Prefeitura de Colniza, a Vara do Trabalho de Juína e a própria cadeia pública.

A prefeitura já é parceira da unidade desde 2007, quando fez a doação de uma mesa utilizada para a fabricação do material. Já em 2019, a Vara do Trabalho de Juína destinou recursos para a aquisição dos materiais necessários para que o projeto continuasse sendo executado.

O diretor da unidade, Heitor Nogueira da Silva Neto, explicou que o objetivo desses projetos é dar ferramentas para a ressocialização dos recuperandos. “Nosso objetivo é ressocializar os internos, pois um dia eles irão voltar ao convívio social e nesse momento é fundamental que tenham condições para isso”, disse.