Nesta quinta-feira (17.03), o vice-governador de Mato Grosso Otaviano Pivetta assinou a adesão do Estado ao Plano Manaus (Manaus Action Plan), que aponta medidas para que estados da Amazônia combatam a pobreza e o desmatamento ilegal. A assinatura ocorreu durante a 12ª Reunião anual da Força Tarefa dos Governadores para o Clima (GCF Task Force), em Manaus (AM), no Centro de Convenções Vasco Vasques. 

Em discurso, Pivetta reafirmou o compromisso de Mato Grosso com a preservação do meio ambiente e a produção sustentável e inclusiva. Ele lembra que o Estado preserva e produz, com 62% do seu território preservado. 

“É nosso o dever cuidar deste grande continente amazônico que o mundo tanto precisa. Trago nosso gesto de união incondicional com os estados da Amazônia para levarmos adiante as ações para cuidar deste território, e mostrar para o mundo que o Brasil pode continuar contribuindo tanto na geração de ativos ambientais quanto na produção daquilo que mais precisamos para viver, que são os alimentos”, destaca. 

Neste ano, o plano toma o lugar da tradicional carta declaratória emitida a cada reunião, e cumpre a função de reunir e mobilizar o planejamento estratégico para uma nova economia na Floresta. O Manaus Action Plan é o documento para nortear as próximas ações das lideranças globais para as florestas.

Conforme o governador do Amazonas e anfitrião do evento mundial, Wilson Lima, os estados da Amazônia possuem muitas pautas e desafios em comum. “Pagamos um preço muito alto para chegar onde chegamos. Ninguém no mundo sabe preservar a floresta mais do que quem mora nela” afirma, sobre os esforços estaduais para manter a floresta em pé.

Encontros de preparação 

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) participou das reuniões técnicas prévias ao encontro dos governadores. A secretária de Meio Ambiente Mauren Lazzaretti, o secretário Executivo Alex Marega, e a assessora de relações internacionais, Rita Chiletto, fazem parte da comitiva do Estado no evento.

O Manaus Action Plan prevê medidas para a preservação das florestas nos próximos anos, com foco no combate à pobreza mas regiões de florestas, e o uso de tecnologia para frear o desmatamento. 

Mato Grosso é o estado referência no uso de imagens de satélite para identificar com precisão e rapidez o desmate. Implantado em 2019, esta ferramenta trouxe resultados positivos para o Estado, com a redução do desmatamento e aumento das autuações e responsabilização de infratores. 

Outro eixo do plano Manaus é fortalecer as comunidades que moram na floresta, e garantir o direito da permanência e uso dos seus territórios para uso sustentável. 

Os estados também aprovaram a adesão do estado Zamora-Chinchipe, do Equador, ao GCF, que passa a contar com 39 membros, distribuídos em 10 países.

Reunião do GCF Task Force

A Força-Tarefa do GCF realiza a sua 12ª reunião entre 16 e 18 de março de 2022. Organizada pelo Governo do Amazonas, o evento reúne governadores, sociedade civil, povos indígenas e representantes da comunidade local, o setor privado e outros que colaboram em iniciativas conjuntas para proteger as florestas.

A próxima reunião anual ocorrerá em Papua, na Indonésia, em 2023.