A Latam anunciou a suspensão temporária de dez rotas e o adiamento do início de outras 11 novas rotas, que incluem destinos e trechos ainda não operados. Segundo a companhia, a decisão foi tomada em razão da alta do preço do querosene de aviação, resultante da evolução da guerra na Ucrânia.

Alguns voos afetados eram de rotas que ainda seriam inauguradas, como trajetos entre São Paulo e cidades como Montes Claros e Juiz de Fora, em Minas Gerais; Presidente Prudente, em São Paulo; Cascavel, no Paraná; e Sinop, em Mato Grosso. Outras rotas que estavam em operação também foram suspensas.

De acordo com a companhia aérea, quem já tinha passagem comprada para esses destinos está sendo informado pela Latam e poderá remarcar o voo sem custo, solicitar o reembolso integral do valor pago ou optar por alguma rota alternativa com conexão. Todas essas alternativas são válidas até o vencimento do bilhete, 12 meses após a data da compra.

A Latam orienta os passageiros a acessar o site latam.com, clicar em Minhas Viagens e Administrar Suas Viagens, para saber se o voo foi adiado. Ao inserir os dados da viagem, o cliente com voo alterado conseguirá visualizar o aviso sobre a modificação. “No mesmo campo do site, os clientes com voos alterados neste período poderão remarcar o voo sem multa e diferença tarifária na mesma cabine do voo original. O cliente ainda pode solicitar o reembolso sem multa. Todas essas alternativas são válidas até o vencimento do bilhete (12 meses após a data da compra)”, informa a Latam.