O Governo de Mato Grosso e a empresa Unicoba Energia já trabalham para apresentar nos próximos dias o cronograma para a entrega das luminárias de LED, que serão instaladas em todos os postes do Estado.

O objetivo do Governo é que à medida que os equipamentos sejam entregues, imediatamente os municípios façam a retirada, para que nada fique em estoque. As equipes da Secretaria de Infraestrutura e Logística e da empresa trabalham para que o processo possa ocorrer antes do prazo previsto no contrato.

“A luminária precisa chegar lá na ponta, estar no poste. Por isso, o trabalho da Sinfra e da empresa é para que na medida que forem recebendo os equipamentos, as prefeituras façam a retirada. Não queremos nada em estoque, porque quanto mais cedo chegar no município, é a garantia de segurança ao cidadão”, afirmou o governador Mauro Mendes.

O contrato com a Unicoba Energia, vencedora de 3 dos quatro lotes da licitação para a compra das luminárias, foi assinado pelo governo nesta semana. Com isso, a empresa já está com a autorização para que proceda com o início dos trabalhos para a aquisição e entrega dos produtos.

A ação faz parte do programa “MT Iluminado” e vai permitir que todos os postes do Estado tenham iluminação de led, o que irá garantir mais segurança e durabilidade. De acordo com o CEO da empresa Unicoba, Eduardo Kim Park, a iluminação de LED, que foi adquirida pelo Estado para atender todos os municípios, é a tecnologia mais eficiente para iluminação pública de qualidade.

“O LED é um componente eletrônico que emite luz, uma evolução da tecnologia que representa uma realidade para o mundo e também para o Brasil. Com o MT Iluminado, isso vai estar disponível para todo Mato Grosso”, afirmou Kim Park.

O governador Mauro Mendes aponta que outra vantagem é a possível diminuição na taxa de iluminação pública que todos os cidadãos pagam mensalmente.

“Essa taxa é destinada a custear exclusivamente esse investimento, porque a prefeitura paga a conta da energia e gasta dinheiro para comprar lâmpada, trocar lâmpada, fazer as manutenções na rede. Se colocarmos uma lâmpada que vai durar cinco vezes mais, o custo de manutenção vai cair. Esse dinheiro que hoje é cobrado do cidadão, isso em tese vai poder ser cobrado menos no médio prazo”.

Já o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho, afirma que as lâmpadas de LED são o que há de mais moderno atualmente e que essa tecnologia não deve ser superada nos próximos anos. “Não resta dúvida que isso vai atingir todos os cidadãos, que vai chegar na frente de todas as casas. Tenho certeza que é um dos maiores projetos do Governo do Estado”.

Ao todo, 136 municípios serão aderiram ao programa do governo, apenas cinco municípios, que já tem luminárias de LED, ou firmaram parceria com a concessionária de energia, não faz parte da ação.