O Governo de Mato Grosso fez a regularização fundiária do bairro Itapajé, em Cuiabá, com a entrega nesta sexta-feira (18.02) de 104 títulos definitivos dos imóveis. Os moradores aguardavam pelo documento há pelo menos 30 anos.

A ação foi realizada pelo Intermat e MT Par, em parceria com a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). No total, o investimento foi de R$ 9 milhões.

“Hoje é um dia de vitória. Cada morador que receber este título passa a ser o proprietário legal e definitivo, com registro em cartório e número de matrícula. Todo este processo foi realizado de forma totalmente gratuita, conforme determinado pelo governador Mauro Mendes”, declarou o presidente do Intermat, Francisco Serafim Barros.

O morador Izaias Texeira da Guia lembrou que o documento foi uma promessa realizada por muitos gestores, mas somente agora concretizada.

“É emocionante receber o documento da minha casa. Finalmente veio o governador Mauro Mendes para tornar realidade este sonho e entregar o nosso título. Muitos passaram aqui, fizeram promessas, a gente aguardou, mas o documento não veio. Graças a Deus, agora chegou, o terreno é nosso, a casa é nossa. Eu sinto até arrepio de tanta emoção, isso é a realização de um sonho”, declarou.

Com Imóvel escriturado o cidadão é considerado proprietário legal, podendo realizar a venda ou reformar o imóvel.

O presidente da Comissão de Regularização Fundiária de Mato Grosso, deputado estadual Eduardo Botelho, declarou que a ALMT trabalha em parceria com o Governo para “entregar um título com validade jurídica, devidamente registrado em cartório e reconhecendo as famílias como verdadeiras proprietárias”.

Outra beneficiada com o recebimento do título, foi a líder comunitária do bairro Itapajé, Rosemary Rosa Matos. “O meu sentimento é o mesmo que de todos os moradores e se resume em felicidade plena. Estávamos esperando há 30 anos por este documento. Nosso agradecimento a Deus e ao Governo de Mato Grosso”.

O deputado estadual Wilson Santos também participou da entrega dos títulos definitivos aos moradores do Itapajé.