Policiais militares da Força Tática do 2º Comando Regional prenderam cinco homens pelos crimes de comércio, porte e posse ilegal de arma de fogo na noite desta quarta-feira (02.02), em Poconé. Na ação, foram apreendidos seis revólveres, quatro espingardas e diversas munições.

Conforme o boletim de ocorrência, por volta de 18h, os policiais estavam em patrulhamento e realizaram abordagem em um bar, no bairro Jardim das Palmeiras. Na revista pessoal ao proprietário do local, foi encontrado um revólver calibre. 22, de numeração ilegível e com uma munição intacta. O suspeito afirmou que comercializava armas e que indicaria à equipe os locais onde os compradores estavam.

Colaborando com a ocorrência, o proprietário do bar informou a localização do segundo suspeito, no bairro Cohab Nova. No local, o suspeito confirmou que possuía armas de fogo. Dentro da casa, a equipe encontrou três carabinas de calibre 22; um revólver de calibre .38 e outro de calibre .22. Também foram apreendidos dois cartuchos de calibre 32.

Na sequência, a Força Tática se deslocou para um bar, no bairro Jurumirim. Foi realizada abordagem aos clientes e nada de ilícito foi encontrado. Já durante revista no estabelecimento, os policiais encontraram um revólver calibre .38 com cinco munições. O proprietário do bar se apresentou como o dono da arma e também recebeu voz de prisão.

Ainda em diligências, os policiais foram até a residência do quarto suspeito indicado pelo primeiro homem preso, no bairro Jardim das Palmeiras, onde foi localizado um revólver calibre .32 com uma munição. Diante dos fatos, todos os suspeitos foram levados para a Delegacia de Poconé. 

No momento do registro da ocorrência, a equipe tomou conhecimento de um quinto suspeito envolvido, no bairro Boa Nova. No local, o homem foi preso com um revólver calibre .38 com quatro munições intactas. De volta à Delegacia, os cinco suspeitos foram autuados pelos crimes e todo o armamento encontrado foi apreendido pela polícia.

Disque-Denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado pelo 190 ou, sem precisar se identificar, pelo disque-denúncia 0800.065.3939.