Estudantes da Escola Estadual José Leite de Morais, localizada em Várzea Grande, falaram do misto de ansiedade e boas expectativas ao retomarem as atividades escolares 100% presenciais, nesta segunda-feira (07.02). A unidade escolar atende cerca de 1,5 mil estudantes do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação para Jovens e Adultos (EJA).

“Minha expectativa para esse ano letivo é de que seja muito bom. Estou tomando todos os cuidados, usando álcool em gel, lavando as mãos, para me proteger contra a Covid-19”, declarou Ana Clara da Silva, estudante do 7° ano.

O diretor da escola, Marcos Alves Fausto, destaca que o retorno às aulas presencias está sendo feito de forma tranquila, seguindo todos os protocolos de biossegurança.

“Temos álcool em gel na entrada e em todas as salas de aula. Orientamos os alunos a não compartilhar os seus materiais pessoais e também para evitar o contato físico, porque nós ainda estamos em um momento de pandemia”.

Além dos preparativos para manter a saúde e segurança dos estudantes e profissionais da educação, a unidade passou por reformas na estrutura física.

“A escola está de cara nova, construímos um pórtico maravilhoso e observamos que o aluno está feliz em adentrar em uma escola com tantas melhorias. Isso tudo graças ao apoio da Seduc”.

Assim como Ana Clara, o estudante do 2° ano do Ensino Médio, Alisson Cezar Bittencourt, está animado com o retorno das aulas. “As aulas presenciais são essenciais para que a gente consiga absorver melhor o conteúdo e se preparar para as provas”, relatou o estudante.

Para Rosicleia Braz, mãe de uma estudante do 7° ano, a volta às aulas presenciais é fundamental para o processo de formação dos alunos. Ela já levou a filha para se vacinar contra a Covid-19 e acredita que a escola está preparada para acolher os alunos com segurança.

“Minhas expectativas são as melhores possíveis. Como já faz muito tempo que as crianças ficaram fora de sala de aula, esse retorno agrega muito para que possam assimilar a nova rotina da escola. Vai ser importante e eu acredito que bem positivo”, disse.


Supervisão de Evelyn Ribeiro