A Energisa informa que fortes chuvas no sul de Mato Grosso, afetaram por volta das 23 horas dessa quarta-feira (16), parte do funcionamento da subestação Rondon, em Rondonópolis (MT).

O temporal e a força da água fizeram ceder parte da sustentação de um dos quatro transformadores instalados no local.

O problema gerou um substancial afundamento do solo em uma das bases do equipamento que pesa em torno de 60 toneladas. De forma preventiva, houve o acionamento automático do sistema de proteção para evitar a queima total de máquinas.

Foram afetados vinte e quatro mil unidades consumidoras das cidades de Pedra Preta, Guiratinga, São José do Povo e Tesouro, além de localidades na zona rural de Rondonópolis, como o distrito de Anhumas.

As equipes da companhia, que já estavam de prontidão por causa das previsões de impactos climáticos no estado, chegaram ao local logo após a ocorrência, trabalhando para estabilizar o solo e religar o transformador. O fornecimento foi retomado em uma hora em Guiratinga, Pedra Preta e Tesouro. O restante ainda depende de novas manobras que vão precisar ser feitas para solucionar de vez o problema.

A Energisa reforça o cuidado com o clima nos próximos dias. De acordo com o serviço de monitoramento contratado pela empresa e que observa dados captados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), há previsão de tempestades, com risco de ventos, raios e cheias para todas as regiões de Mato Grosso. A empresa está em alerta e mobilizada para realizar ações de urgência em caso de crise e impactos na rede elétrica. O esquema de contingência é coordenado por meio do Centro de Operações Integradas, em Cuiabá.

A empresa pede o apoio da população neste momento, evitando situações de risco, como o uso de equipamentos elétricos durante a incidência de descargas, que podem gerar sérios acidentes. E em caso de algum dano a rede, nunca chegar perto dos fios, acionando a empresa pelos canais de atendimento.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.