Um grupo de caminhoneiros bloqueou o km 395 da BR-164, sentido Cuiabá/Rondonópolis, para cobrar um plano de melhorias na estrada. A manifestação começou por volta das 6h e às 8h a pista começou a ser liberada.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que está no local para evitar o bloqueio. A concessionária que administra parte da estrada, Rota do Oeste, disse que enviou uma equipe para o local para monitoramento.

Outros motoristas que usam o trecho no dia a dia também estão foram para a região para dar apoio ao protesto.

Durante o bloqueio, os manifestantes estavam liberando apenas a passagem apenas de carros de passeio, ambulâncias e cargas perecíveis.

O contrato de concessão da BR foi feito de forma dupla: parte é responsabilidade do governo federal, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e parte da concessionária Rota Oeste.

Apesar de existir cobrança de pedágio na BR, o asfalto está com muitos buracos, o que dificulta a passagem dos motoristas que usam o trecho para ir e voltar do trabalho.

O DNIT e a Rota do Oeste não se manifestaram sobre as cobranças até a publicação desta matéria.