Os dois municípios que completam 68 anos neste sábado (05.02), Arenápolis e Nortelândia, estão recebendo, entre 2019 e 2023, cerca de R$ 70 milhões em investimentos do Governo de Mato Grosso para obras e ações. As áreas de infraestrutura, educação, agricultura familiar e assistência social contam com maior volume de recursos.

Para Arenápolis, a 258 km ao médio norte de Cuiabá, a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) destinará um total R$ 64 milhões, dos quais R$ 40 milhões serão para uma obra muito esperada pela população, que é o asfaltamento e duplicação da MT-240, em um trecho de 10 quilômetros, que liga o município a Nortelândia.

Outros dois trechos da mesma rodovia contarão com montante superior a R$ 17 milhões para conservação, restauração e melhoramento, de aproximadamente 34 quilômetros em obras compreendendo trechos da BR-364/Santo Afonso e acessos a Alto Paraguai e Nova Marilândia. A área da infraestrutura inclui a construção de uma ponte de concreto de 19,5 metros na área urbana, por R$ 851 mil.


Arenápolis receberá um total de R$ 64 milhões, 70% para melhorias na área de infraestrutura 

Em parceria com a prefeitura, por meio de convênios, estão previstas a construção de uma quadra de basquete, de 265,2 m², orçada em R$ 150 mil, em fase de pré-contratação; além de R$ 3,3 milhões para obras que compreendem asfalto novo, conservação, drenagem de águas pluviais e sinalização de diversas ruas e avenidas no perímetro urbano do município.

Para a área social foram destinados R$ 476 mil em programas coordenados pela primeira-dama Virginia Mendes, entre eles, destacam-se a distribuição de 800 cobertores e 1,6 mil cestas básicas para famílias carentes, a aquisição de um veículo para o CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) e o atendimento de 190 famílias durante a pandemia pelo auxílio emergencial.

Na educação, o município recebeu R$ 552 mil em ações e obras, das quais, pode-se destacar: a reforma geral da Escola Municipal Cimplaf de Arenápolis, por R$ 105 mil; novo posto de transformação, material de pintura e ar condicionado para a Escola Estadual 25 de Outubro, totalizando R$ 87,4 mil; computadores para todos os professores da rede estadual, com R$ 297,5 mil; mobiliários, conjuntos para alunos e professores e ainda novos refeitórios para a rede estadual.


Investimentos em ações sociais totalizam R$ 1 milhão em Nortelândia e Arenápolis, entre elas, a doação de 3,6 mil cestas básicas 

As ações do MT Participações e Projetos (MT PAR) ultrapassaram R$ 1 milhão em investimentos, com a entrega de 243 títulos de regularização fundiária (em andamento), junto com o Intermat, e a substituição da iluminação pública por lâmpadas LED. O Desenvolve MT disponibilizou cerca de R$ 20 mil em capital de giro às empresas; a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf) destinou um veículo de R$ 71 mil; o Detran aplicou R$ 48,7 mil na reforma da 14ª Ciretran; e R$ 50 mil foram para manutenção da Agência Fazendária do município.

O outro município aniversariante, Nortelândia, a 253 km a médio-norte de Cuiabá, conta com aproximadamente R$ 6,3 milhões em recursos do Governo de Mato Grosso, entre 2019 e 2023, principalmente para as áreas de infraestrutura, que somaram R$ 2,5 milhões; a educação, com mais R$ 1,2 milhão; o MT PAR destinou R$ 443 mil para a substituição da iluminação pública por LED; e a área de cultura, R$ 525 mil em convênio com a prefeitura para ações voltadas ao aniversário da cidade.


40% dos investimentos em Nortelândia são para asfaltamento e outras obras em área urbana

 

Entre as obras da Sinfra estão a construção do Centro de Atendimento ao Idoso e manutenção de ruas e avenidas do município. No social, o município teve R$ 537,8 mil em ações, entre elas, a entrega de 800 cobertores, 2 mil cestas básicas e 270 famílias atendidas durante a pandemia pelo auxílio emergencial.

Já a Seduc, vai fazer a construção da quadra poliesportiva na Escola Estadual Emanuel Pinheiro Silva Primo, obra orçada em R$ 756 mil. A unidade já recebeu pintura e adequação do muro, perfazendo investimento de R$ 98 mil. Na Escola Estadual Olegário Moreira, pintura e outros reparos contaram com R$ 150,4 mil do Governo; e a Escola Idalina Farias também teve reparos e adequações, com R$ 41,9 mil em investimentos. Foram R$ 207 mil para ajuda de custo e aquisição de computadores para professores da rede estadual.

A área de agricultura familiar recebeu em torno de R$ 300 mil, compreendendo cessão de quatro tanques resfriadores, uma patrulha mecanizada e um veículo pick-up. A 17ª Ciretran recebeu R$ 49,4 mil em obras de manutenção, para oferecer um melhor atendimento ao cidadão.

História

A história dos dois municípios tem origem na atividade garimpeira e remonta ao século 18, ao município de Diamantino, de onde estão próximos. A formação urbana, no entanto, começa na década de 1930. Arenápolis, cujo nome é ligado ao ribeirão Areias, foi elevado a município em dezembro de 1953 e instalado em 05 de fevereiro de 1954. Desmembrado de Barra do Bugres, já teve como seus distritos, Nova Marilândia e Santo Afonso.

Nortelândia é uma homenagem aos migrantes nortistas e nordestinos. Foi criada duas vezes: em 11 de dezembro de 1953, como Santana dos Garimpeiros, e em 16 de dezembro, como Nortelândia. Instalado em 05 de fevereiro do ano seguinte, foi desmembrado de Diamantino. 


Arenápolis teve início em ações desencadeadas por garimpeiros à margem do Rio Santana, na confluência com o Ribeirão Areias