O projeto “Sempre Dalva” faz uma homenagem em vida à artista plástica mato-grossense Dalva de Barros. Aos 86 anos de idade e mais de 60 à serviço da arte, ela leva uma vida simples e segue desenhando e pintando. O projeto foi selecionado no edital Conexão Mestres da Cultura – Marília Beatriz de Figueiredo Leite, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

A exposição virtual “Sempre Dalva”, disponível no site sempredalva.com.br, reúne 135 obras da artista. A coletânea é dividida por décadas, com obras desde 1960 até 2021. Com a galeria finalizada, o produtor cultural Mário Olímpio, que desenvolveu toda a concepção do projeto, afirma que há fases seguintes, como, por exemplo, estimular as pessoas a percorrerem a vida e obra de Dalva de Barros, familiarizando com o universo da grande artista.

Além das imagens das obras, todas fotografadas em alta resolução, a pessoa que visitar o site vai encontrar 85 arquivos em áudios gravados pela própria artista durante a sessão de curadoria e organização das imagens, falando das pinturas, do seu processo criativo e passagens da sua vida. Os áudios receberam pouca edição e estão reunidos num guia de podcast no site.

“A Dalva dispensa qualquer tipo de apresentação. Ela é uma pessoa e artista que chegou naquele momento em que é unanimidade. Não há quem questione a importância dela para a cultura mato-grossense. Poder mostrar um pouco desse trabalho, flexibilizando o acesso, democratizando, difundindo o patrimônio artístico e cultural, com a Dalva nos acompanhando, é muito prazeroso e um privilégio”, destaca Mario Olimpio.

Coube ao fotógrafo Fred Gustavos reproduzir todas as obras do acervo virtual. “Todo fotógrafo tem um pouco da ânsia de um colecionador. Somos ávidos por imagens, momentos, saímos a procura do encontro, de documentar fragmentos da vida. O trabalho de fotodocumentar as obras de Dalva de Barros foi uma dessas aventuras que me alimenta os olhos”, afirmou Fred Gustavos.

Para a designer Nara Selva, responsável pela identidade visual do projeto, foi um desafio delicado. “Foi uma oportunidade de me conectar com a artista através do estudo das cores, formas, pinceladas e temas que ela aplica em seu trabalho. Reproduzir seus traços foi um desafio delicado, feito com muito cuidado. Todos os elementos de design aplicados no projeto procuram garantir que suas obras sejam o destaque sempre”.

Já para Rafael Martins, desenvolvedor da plataforma digital, o objetivo era proporcionar uma boa visualização das obras. “O foco e objetivo do projeto foi sempre valorizar a visualização e a experiência de apreciação das obras no meio digital. Dito isso, usamos ferramentas modernas de desenvolvimento para que mesmo com pouca internet o usuário possa carregar as obras no seu celular ou computador e ter uma boa experiência na navegação da plataforma”.

Acesse o site sempredalva.com.br e navegue pelas obras da artista Dalva de Barros.


*Com informações da assessoria