O segundo dia de reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 registrou mais de 70% de ausência – no primeiro dia, o número foi de 67%. O dado foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame. O órgão também informou que os resultados finais devem ser divulgados no dia 11 de fevereiro, juntamente com as notas.

Entre os 338.419 candidatos previstos, apenas 99.528 realizaram as provas. Além disso, dos 280.146 isentos da taxa de inscrição que faltaram ao Enem 2020 e se inscreveram, em setembro, após reabertura, somente 66.728 (23,8%) compareceram. Também fizeram provas 31.054 pessoas privadas de liberdade ou sob medida socioeducativa (Enem PPL), entre os 54.227 inscritos.

Dessa vez as provas foram aplicadas para as pessoas privadas de liberdade e os jovens sob medida socioeducativa com privação de liberdade, os estudantes que se inscreveram após a reabertura do prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição, e os participantes que não fizeram provas nos dias 21 e/ou 28 de novembro por um dos seguintes motivos: problemas logísticos nos dias do Enem regular, como falta de eletricidade, alagamentos ou outros desastres naturais; diagnóstico ou sintomas de doenças infectocontagiosas, como Covid-19, vírus Influenza (gripe), sarampo, tuberculose, coqueluche, rubéola, entre outras.

Os gabaritos oficiais da reaplicação do Enem 2021 devem ser divulgados na próxima quarta-feira (19). O resultado final das provas regulares e de reaplicação serão divulgados no dia 11 de fevereiro. Os treineiros receberão os resultados 60 dias depois.

O Enem é considerado o maior vestibular do país, pois a partir da sua realização é possível ingressar no ensino superior através dos programas de incentivo educacional como o Sistema Unificado de Seleção (Sisu), o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Programa Universidade para Todos (Prouni).