Uma ação da Polícia Civil realizada em parceria entre a 1ª Delegacia de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) e a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), resultou na recuperação de mais de R$ 13,5 mil, subtraídos de uma vítima de golpe.

A ocorrência de estelionato foi registrada na terça-feira (30.11), quando a vítima de 27 anos procurou a Polícia Civil em Rondonópolis, relatando que estava fazendo compras pela internet, através do site de uma loja virtual, quando uma mulher entrou em contato com ela. Achando ser de origem fidedigna a vítima iniciou uma conversa com a suspeita pelo aplicativo do WhatsApp.

Acreditando em ganhos reais que seriam pagos mediante a execução de tarefas e vendas, a vítima realizou várias transferências bancárias em diferentes valores para a conta corrente repassada pela golpista.

Ao perceber que se tratava de um golpe a vítima tentou reaver o dinheiro de volta. Porém o referido site passou a exigir que a vítima realizasse uma transferência no valor de mais de R$ 34 mil, para a devolução o dinheiro.

Conforme narrativa da vítima, o site alegou que as regras são claras e não pode serem alteradas, razão pela qual a loja virtual solicitava o pagamento do valor.

Diante das informações, a 1ª Delegacia de Rondonópolis solicitou apoio à DRCI, que rapidamente iniciou as diligências e conseguiu recuperar o valor subtraído da vítima, com o bloqueio de R$ 13,5 mil transferido para a conta da suspeita.

As investigações seguem em andamento para identificar a envolvida no crime.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.