Um homem de 36 anos foi preso nesse domingo (5) suspeito de matar a facadas a ex-mulher dele, a técnica de enfermagem Franciele Robert da Silva, de 33 anos, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. O crime foi presenciado pela filha do casal, de 12 anos. O ex-marido não aceitava o fim do relacionamento.

De acordo com a Polícia Civil, ao chegar no local, a equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) encontrou a vítima em um quarto nos fundos da casa. O corpo tinha várias perfurações.

O suspeito também tentou matar o ex-sogro, de 67 anos. O pai de Franciele sobreviveu e está internado no Pronto Socorro de Várzea Grande.

Franciele estava separada do suspeito e tinha uma medida protetiva em virtude das ameaças que ele já havia feito contra ela e os filhos.

Conforme as informações colhidas no local, o suspeito chegou à residência do pai de Franciele nesse domingo, pelos fundos, e forçou a entrada na casa.

Ele entrou em luta corporal com o idoso e o feriu gravemente. Depois, foi até o quarto onde a ex-mulher tentava se esconder junto com a filha dela e arrombou a porta, golpeando a técnica de enfermagem.

Após cometer os crimes, o suspeito se feriu e disse que havia tentado contra a própria vida. Ele foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e, depois de atendido no Pronto Socorro de Várzea Grande, foi encaminhado pela Polícia Militar até a DHPP.

O suspeito foi autuado em flagrante por feminicídio e tentativa de homicídio. O delegado Olímpio da Cunha Fernandes Jr. encaminhou representação ao Poder Judiciário pela conversão do flagrante em prisão preventiva, que deverá ser analisada na audiência de custódia.