O avião da Gol que faria o voo G3 1894 na manhã desta quarta-feira (8/12) decolou do Aeroporto Internacional de Brasília em direção a Porto Velho (RO), mas teve de retornar ao solo por conta de um “mau-cheiro” detectado na aeronave. Segundo a companhia, o avião seguiu para a base da empresa, que apura o motivo do odor.

Em nota, a empresa informou que a aeronave teve de retornar ao solo devido a “necessidade de manutenção não programada”. Os 111 passageiros receberam assistência, com alimentação, até iniciarem novamente o processo de embarque em um novo voo que decolou às 13h.

Ainda na nota, a companhia lamenta os transtornos causados e reforça que os procedimentos adotados visam garantir a segurança de todos a bordo.

Confira a nota na íntegra:

“A GOL informa que voo o G3 1894, entre Brasília (BSB) e Porto Velho (PVH), decolou nesta quarta-feira (8/12) com 111 Clientes às 8h55, mas devido a necessidade de manutenção não programada precisou retornar para a base. Foi averiguada a necessidade de troca da aeronave e a nova decolagem aconteceu às 13h. Todos os Clientes receberam assistência, com alimentação, até iniciarem novamente o processo de embarque. A GOL lamenta os transtornos causados, mas reforça que todos os procedimentos visam garantir a Segurança de todos a bordo, valor número 1 da Companhia.”

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.