Melissa de Oliveira Gude, 8 anos, morreu após ser picada por uma jararaca em Colniza (1.065 km a noroeste). A criança chegou a ser medicada e seria transferida para Cuiabá, mas não resistiu e faleceu nesta quinta-feira (18).

Informações apuradas pela reportagem apontam que a criança deu entrada no Hospital Municipal André Maggi após ser picada pela cobra na perna. Na unidade médica, a menina foi medicada na tarde de quarta-feira (17) sonolenta, data em que recebeu 8 ampolas de soro antibotrópico.

Diante da gravidade do ferimento, o médico do hospital solicitou a transferência aérea da menina até a cidade de Juína para que depois fosse levada por transporte terrestre até Cuiabá.

Contudo, antes de ser transferida, a menina teve complicações por conta do ferimento e morreu ainda no hospital. Não há informações de onde será realizado o velório da criança.

As jararacas são as responsáveis por mais de 90% dos acidentes com cobras no Brasil. O veneno das jararacas é composto por enzimas que degradam a musculatura, causando hemorragias e necrose local.