Abastecer com gasolina se tornou mais vantajoso em Mato Grosso após o reajuste do etanol nos postos de combustíveis, na sexta-feira (29). De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), em Cuiabá, o preço médio do litro do etanol custa R$ 5,005, mas em alguns postos o valor chega a R$ 5,199.

O litro era comercializado a R$ 4,60 em média na semana passada.

Já a gasolina teve reajuste na segunda-feira (25) pela Petrobras. Em Cuiabá, o preço médio do litro custa R$ 6,543 e pode chegar a R$ 6,799.

O cálculo feito para descobrir se o álcool é vantajoso ou não em relação à gasolina é a divisão do preço do litro do etanol pelo da gasolina. Se o resultado for inferior a 0,7, o álcool é o mais vantajoso. Se for maior que 0,7, então a gasolina é melhor.

Se o preço médio do etanol de R$ 5,005 for dividido pelo preço médio da gasolina, de R$ 6,543, o valor resulta em 0,76, ou seja, acima de 0,7, sendo mais vantajoso abastecer com gasolina.

Mato Grosso foi o estado que teve o maior aumento no preço médio do etanol no país na última semana. Segundo o levantamento do g1, baseado nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o aumento foi de 5,22% entre os dias 17 e 23 de outubro.

Os dados apontam que, entre a semana do dia 10 a 16 de outubro, o preço médio do etanol estava na média de R$ 4,59 por litro nos postos de combustíveis de Mato Grosso. Uma semana depois, dos dias 17 a 23, o preço médio foi para R$ 4,83 por litro. Um aumento de R$ 0,24.

Abastecimento com GNV

Motoristas formaram uma longa fila em busca de GNV abaixo de R$ 3, no sábado (30). Um posto localizado entre as avenidas Miguel Sutil e General Mello registrou grande procura pelo gás veicular neste final de semana.

No estabelecimento o GNV é comercializado por R$ 2,89 o metro cúbico, o etanol é vendido por R$ 5,19 o litro. Já a gasolina, está custando R$ 6,69 e o diesel é comercializado por R$ 5,79.