A Pfizer informou, nesta quarta-feira (27/10), que pedirá autorização à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso da vacina contra Covid-19 em crianças com idades entre 5 e 11 anos.

“A submissão do pedido junto à Anvisa para a aprovação do uso da vacina Comirnaty, da Pfizer/BioNTech, para crianças entre 5 e 11 anos, deve ocorrer ao longo do mês de novembro de 2021”, informou a empresa por meio de um comunicado.

A decisão foi anunciada depois de a farmacêutica ter conseguido parecer favorável da agência Food and Drug Administration (FDA) para o uso da vacina nessa faixa etária nos Estados Unidos. O painel de especialistas da agência norte-americana reconheceu, na terça-feira (26/10), que os benefícios da injeção superam os riscos.

Agora cabe ao Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) tomar a decisão final sobre o uso do imunizante em crianças entre 5 e 11 anos nos EUA.

Dose menor

A dose recomendada para esse público equivale a um terço da quantidade inoculada em pessoas maiores de 12 anos. Segundo resultados preliminares de estudos clínicos divulgados pela Pfizer, essa porção do fármaco garante níveis de anticorpos semelhantes aos desenvolvidos por adultos que receberam a dose completa.