Anúncios

O Secretário Municipal de Saúde, Vinícius Amoroso acompanhado do seu adjunto, Dr Hélio Garcia concedeu uma coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (31) no salão de reuniões do Paço Municipal para falar sobre indicadores de vacinação após a publicação do Decreto Municipal que instituiu a exigência do passaporte da imunização onde 9.290 pessoas foram vacinadas entre a sexta, sábado e segunda-feira (30).

Os números avançaram e mais 1.350 pessoas foram vacinadas durante o esforço de vacinação nesta terça-feira (31) na Praça dos Carreiros, elevando os números para mais de 10.600 imunizados.

De acordo com Vinícius antes havia pouca procura na repescagem e após o decreto, mais de dez mil pessoas procuraram os postos de vacinação, incluindo o corujão da na SMS. Conforme o decreto, o município exige a confirmação de vacinação para acesso a órgãos públicos e privados. 

Importante destacar que também as empresas particulares passaram a exigir de seus colaboradores o passaporte de vacinação. 

Como bem lembrou o secretário “Saúde é um pacto coletivo e nosso direito individual ele pode até ser questionado; mas o direito coletivo não! Então, aqui a gente está pensando na coletividade; nós estamos pensando no bem comum das pessoas. Nós estamos pensando na segurança sanitária da população que vive aqui em Rondonópolis e nós queremos, tão logo, ver o sorriso nos lábios das pessoas novamente. E hoje, o método que temos para conseguir esse objetivo é através da vacina”, explicou o secretário.

O secretário reforçou que o que está valendo é o decreto da sexta-feira (27), que exige o passaporte de e não assinalou nenhuma mudança em contrário no momento. 

Ele ainda orientou a população a procurar os postos de vacinação para se imunizarem, ou terão dificuldade em ingressar em alguns serviços, sejam públicos ou privados, uma vez que o decreto está em vigor e está exigindo nesta data, o passaporte da imunização.

TERCEIRA DOSE
Questionado sobre a terceira dose para os idosos, o secretário explicou que a SMS está aguardando envio de doses pelo Governo do Estado, mas em resposta a um ofício enviado, solicitando informações por parte da SMS à Secretaria de Estado de Saúde (SES), esta informou que iniciará o envio/reforço da terceira dose no dia 15 de setembro. 

Lembrando que esse reforço não será para todos os idosos. Conforme o secretário, ela será apenas para as pessoas idosas acima de 70 anos que tomaram a da Coronavac inicialmente, e também alguns imunossuprimidos conforme um ‘rol taxativo’ apresentado pelo órgão oficial, que é o Ministério da Saúde.

DISCREPÂNCIAS
Quanto à discrepância dos números de vacinação apresentados pela SES-MT e pelo Ministério da Saúde (MS), o secretário repassou que o município tem trabalhado com os dados do MS, porque são os dados oficiais do DataSUS no Brasil e são os indicadores que estão sendo utilizados por hora.

Ele ainda repassou que já oficiou a SES-MT para que a mesma se pronuncie sobre essa diferença que chega a casa de mais de 18 mil pessoas que estariam aguardando ou estariam constando como população vacinável entre o MS e a SES-MT. Ele garantiu que assim que tiver essa informação a SMS vai se pronunciar.

Lembrando que a SMS levou o ônibus de vacinação para a Praça dos Carreiros, um ponto central, ou o coração da cidade, onde muitos trabalhadores chegam através do transporte coletivo e também tem a oportunidade de serem vacinados. Não esquecendo que o Corujão da Vacinação da SMS, bem como os demais postos de saúde estão abertos a vacinação para a 1ª dose de quem ainda não se vacinou.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.