Anúncios

Aproveitando a ausência da esposa, um homem de 46 anos estuprou a filha de 8 anos, em uma cidade de do Sul. A foi ameaçada com uma faca para que não contasse à mãe sobre o crime que havia cometido. 

A menina foi abusada por aproximadamente 1 ano, sendo que o pai passava as mãos nas suas partes íntimas até que manteve conjunção carnal com a filha, quando ela tinha 8 anos. Ele aproveitou que a esposa teve de se ausentar para levar os outros filhos do casal no hospital, deixando a menina aos seus cuidados.

O crime ocorreu quando a dormia e acordou com o pai a estuprando, em 2005. Após o abuso, o homem armado com uma faca ameaçou a filha de morte, caso contasse sobre o abuso para alguém. Com medo, a menina se calou. 

O crime foi descoberto e o homem acabou preso, sentenciado a 17 anos, 5 meses de reclusão. Sentença que foi proclamada em novembro de 2020. Mas, a defesa recorreu pedindo pela absolvição do autor. Em um acórdão, a sentença definitiva foi estabelecida em 25 anos e 10 meses de reclusão, publicada em Diário da Justiça, em setembro deste ano.