Anúncios

O Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado de Mato Grosso (Gaeco-MT) realiza nesta terça-feira (10) a operação “Easy Money” ( fácil) com cumprimento de 17 ordens judiciais, incluindo mandados de prisão preventiva, busca e apreensão domiciliar e sequestro de bens, com alcance em cinco estados da Federação. A iniciativa tem como alvo organização criminosa investigada em razão de suposto esquema fraudulento conhecido como “Pirâmide Financeira”, operado sob o disfarce de marketing multinível, relacionado à prestação de serviços de aplicação no mercado financeiro.

De acordo com as investigações, as ações do esquema piramidal eram realizadas por meio da empresa King Investimentos, posteriormente chamada de King-Bentley e King Prime, com sede em Rondonópolis-MT, e renderam ao grupo lucro de milhões de reais, em prejuízo de inúmeras pessoas enganadas em diversos locais do país. Indícios apontam para a prática de crimes de lavagem de e contra a economia popular.

A operação, fruto de investigação realizada no âmbito do Procedimento de Investigação Criminal (PIC) nº 01/2019, tem o apoio operacional da unidade do Gaeco em Rondonópolis (MT) e dos Gaecos de São Paulo, Rio Grande do Sul, e Alagoas. Na cidade mato-grossense deverão ser cumpridos mandados de prisão e busca e apreensão.

 O Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) é integrado por membros do Estadual (MPMT), da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC-MT) e da Polícia Militar (PM-MT).

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.