Anúncios

Uma de dois anos e meio morreu após ficar cerca de três horas presa dentro do carro em Bauru, no interior de São Paulo, no dia em que a cidade registrou a maior temperatura dos últimos dias: 36°C.

De acordo com a Polícia Civil, a cuidadora de 35 anos mantinha uma espécie de creche clandestina, que funcionava na casa dela, e cuidava de 18 crianças. Para isso, tinha ajuda apenas da filha de 16 anos.

A mulher acabou esquecendo o pequeno Arthur Oliveira dos dentro do carro, onde ele permaneceu por cerca de três horas. Imagens de câmeras de ainda mostram o veículo estacionado e andando de bicicleta na calçada, sem perceber.

Segundo a polícia, o fato aconteceu porque a cuidadora era responsável também por buscar as nas casas e as levava embora, sem nenhuma proteção ou cuidado.

A mulher foi presa por homicídio com dolo eventual, porque assumiu o risco de morte.