Anúncios

Com a cidade enfrentando uma das piores estiagens dos últimos anos, a Coordenação de Defesa Civil do Município está mantendo monitoramento constante do nível do Rio Vermelho. Nesta terça-feira (27), a medição do nível do rio que corta chegou a 1,30 metros, uma das menores marcas já registradas. Neste mesmo período de 2020, por exemplo, o nível era de 2,30 metros.

Para classificar a emergência no Rio Vermelho, a Defesa Civil explica que o nível de não deve ser inferior a 2 metros.

A situação preocupa até porque a estiagem deve seguir por mais tempo. Por esse motivo, a Defesa Civil Municipal alerta a população para a necessidade do consumo consciente da água. “É preciso evitar o desperdício e peço que a população use água com moderação e evite, por exemplo, lavar calçadas e outras situações onde o consumo é alto”, orienta o coordenador da Defesa Civil do Município, João Mototaxi.

A estiagem está castigando bastante o Rio Vermelho, bem como os córregos da cidade. João Mototaxi ressalta que a situação é tão grave que algumas nascentes já secaram.

O problema não é local Rondonópolis, várias regiões do estão sofrendo com a estiagem. O Sudeste e são as mais castigadas. Os níveis dos reservatórios nas duas regiões, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), são os mais baixos desde 2001.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.