Anúncios

Uma sucuri foi flagrada cometendo canibalismo em uma área rural privada conhecida como ‘Campinho Verde’, no município de Lucas do Rio Verde (330 km de ), na última quinta-feira (3), de

Entre as populares anacondas, a fêmea é dominante e costuma comer, esporadicamente, o macho após o acasalamento. A suspeita é de que isso tenha ocorrido durante o flagra do pescador esportivo Luan Negrini, que compartilhou o vídeo sem seu perfil no Instagram.

“Estávamos pescando nessa lagoa e nesse dia não fomos de caiaque. Cheguei perto e achei que era um passarinho que ela devia ter pego ou outro animal. Porém, quando me aproximei mais, vi que era outra sucuri. Ela estava enrolada em outra sucuri e como pude reparar no momento, ela já tinha pego na cabeça da outra, que já estava morta” lembra o pescador em entrevista ao site Olhar Direto.

“Eu continuei a filmagem, um colega ainda tentou me assustar”. Neste momento, a sucuri se movimenta. “Um biólogo disse que ela deve ter se assustado com a água e não com o barulho, porque sucuri é surda. Para não incomodar o animal eu sai do local. Depois quando passamos de novo, vi que ela estava envolta da outra cobra e filmei de novo”, pontua.

“Eu poderia ter pego mais imagens para estudos, mas me afastei para não estressar o animal”, salienta Luan, que afirmou que o vídeo teve uma boa repercussão e diversos biólogos entraram em contato para entender mais do caso.

“Fico feliz em ver outras pessoas comentando e saber que fui eu que gravei. Isso é muito legal”, finalizou.

Veja o vídeo: