Anúncios

Um técnico em informática foi preso na manhã desta quinta-feira (10), na cidade de Rondonópolis (216 km de ), pelo crime de pedofilia praticado na . A ação foi feita em continuidade aos da operação Luz na Infância 8, da de Mato Grosso, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI).

O suspeito de 22 anos foi autuado em flagrante pelo crime de adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, , vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, previsto no artigo 241-B, do (ECA).

A Operação Luz na Infância faz parte de uma mobilização nacional para combater crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na internet e foi articulada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi).

Em Mato Grosso, foram cumpridos na quarta-feira (09), quatro mandados de busca e apreensão domiciliar, sendo três na cidade de Rondonópolis e um em . Na ocasião, foram apreendidos equipamentos eletrônicos para verificação, não sendo identificado de imediato material de conteúdo pornográfico relacionado a exploração infanto-juvenil por meio da internet.

Após as apreensões, foi realizada uma minuciosa análise do material sendo identificada uma fartura de elementos informativos sobre a prática da pedofilia virtual por parte de um dos alvos da cidade de Rondonópolis.

Com base nos indícios, os policiais civis coordenados pelo delegado Fernando Fleury diligenciaram rapidamente e realizaram a prisão do suspeito que se trata de um jovem, técnico informática. Nos equipamentos apreendidos com o suspeito havia inúmeras imagens, fotografias, vídeos de crianças e adolescentes e arquivos relacionados à pedofilia.

Segundo o delegado da DRCI, Ruy Guilherme Peral da Silva, a operação Luz na Infância tem por objetivo justamente combater a prática da pedofilia virtual em todo a América do Sul, América do Norte e América Latina, tirando de circulação os envolvidos na produção e difusão de conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes na rede mundial de computadores.

“É um trabalho exitoso da Polícia Civil de Mato Grosso visto que conseguiu identificar e realizar a prisão em flagrante de uma dessas pessoas envolvidas nessa rede de um crime tão grave”, disse o delegado.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.