Anúncios

O laudo da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) apontou que a causa da morte do bebê encontrado enterrado sem os membros nesta semana, em Sorriso, foi traumatismo craniano.

O traumatismo craniano é provocado por forte impacto na cabeça, como uma paulada.

Um cachorro desenterrou parte do corpo da na última segunda-feira (17). Isso chamou a atenção de uma vizinha, que acionou as autoridades.

A mãe da criança, Ramira Gomes da Silva, de 22 anos, é a principal suspeita de ter cometido o crime, mas ela nega a autoria.

Ramira foi presa na manhã de terça-feira (18) em uma balsa na cidade de (RO), enquanto tentava viajar para o

O caso está em andamento e a aguarda a emissão final do laudo pericial, que conterá detalhes sobre as lesões no corpo da criança. 

Os investigadores também aguardam a perícia realizada na residência da suspeita, que apontará se há vestígios de sangue humano, dentre outras informações. 

Uma equipe da Divisão de Homicídios da Delegacia de Sorriso foi para Rondônia, onde a suspeita foi presa em cumprimento a mandado de prisão expedido pela 1ª Vara Criminal de Sorriso, para trazê-la ao estado. 

Segundo a Polícia Civil, ela deve chegar em Sorriso nesta sexta-feira (21). Após a sua chegada, será ouvida pelo delegado que conduz a investigação, José Getúlio Daniel.