Anúncios

A ocupação dos leitos de e de enfermeira exclusivos para tratamento Covid-19 teve um aumento expressivo conforme informações da Secretaria Municipal de repassadas neste sábado (22). O aumento nos casos de internações preocupa e a Saúde faz um alerta principalmente para aglomerações e pede a colaboração da população. 

Segundo a ,  a ocupação dos leitos de UTI, exclusivos para tratamento da COVID-19, no hospital Unimed é de 100%. Também é alarmante a ocupação no Hospital Regional, dos 30 leitos disponíveis de UTI, 25 estão ocupados. 

Na há dois leitos de UTI disponíveis e cinco na enfermaria. No Hospital Municipal Antônio Muniz também haviam 12  leitos disponíveis (UTI/ UCI). Por outro lado, a enfermeira estava com lotação máxima. 

A preocupação da Secretaria Municipal de Saúde é de lotar os leitos exclusivos para COVID-19. 

“Eu faço um apelo à sociedade rondonopolitana para que nos ajude. O meu apelo é principalmente para quem aglomera em bares, que está fazendo festinha, não usa máscara, não faz o distanciamento social.

Nós temos pouquíssimos leitos de UTI para você, ou caso precise para alguém da sua família, precisamos proteger cada um, não podemos dar bobeira, é preciso parar e refletir, o vírus ainda está aí. A flexibilização é para permitir que o comércio funcione, não quer dizer que está tudo liberado, precisamos cuidar,” alertou o secretário municipal de Saúde Vinicius Amoroso.

O trabalho de fiscalização tem sido intensificado pela Vigilância Sanitária em conjunto com a Polícia Militar, diversos estabelecimentos estão sendo fiscalizados no intuito de evitar aglomerações. Entretanto, mesmo diante das ações do poder público, a Saúde pede a população para respeitar as medidas de distanciamento, uso de máscara e evitar locais que estejam aglomerados.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.