Anúncios

Os produtores de milho estão preocupados com a safra desde ano no estado devido à falta de . A produtividade está em queda e, em algumas regiões, as perdas podem chegar a 50%.

De acordo com o do Sindicato Rural de , a perda é maior nas lavouras plantadas com atraso.

“Em Sorriso, , , Ipiranga do Norte, temos notado que as lavouras que foram plantadas cedo dentro janela idela, que é até fevereiro, estão bonitas e já na fase final de enchimento de grãos, com o milho bonito, normal. Agora as lavouras que estão atrasadas, estão tendo problemas. Calculamos perdas de até 50% nessas lavouras”, avaliou.

Segundo o Instituto Mato-Grossense de Agropecuária (Imea), neste safra, a produtividade do milho, no geral, deve diminuir quase 7% em comparação com a safra passada.

No médio norte do estado, a estimativa é ainda maior. Nessa região, a perda deve ser de quase 8%.

Em média, pouco mais de 45% das áreas de milho do estado foram cultivadas fora do período recomendado.

Os plantios atrasados foram feitos a partir do dia 1° de março, justamente, porque a falta de chuva atrasou o , e o excesso dela atrapalhou a colheita da oleoginosa. Com isso, a safra de milho, que vem logo na sequência, foi afetada.