Anúncios

O no estado teve uma queda de 30% em maio deste ano em comparação com maio de 2020, conforme levantamento feito pelo Instituto Mato-grossense de e Agropecuária (Imea). A alta nos preços dos cortes bovinos desde o início da pandemia é o principal motivo pela queda no consumo.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o preço das carnes, em geral, subiu 35% no país em um ano. Além disso, houve um crescimento recorde na arroba do boi gordo e a exportação para aumentou, fatores esses que também contribuíram para o aumento do preço e baixo consumo.

A baixa procura pela carne bovina continua em queda. O levantamento semanal do Imea apontou uma queda no consumo de 1,27%, de abril para este mês. Com a carne mais cara, a opção agora é substituir o alimento por frangos e suínos.

Em um açougue de Cuiabá, caiu pelo menos 50% as vendas por causa do preço. O atingiu o menor índice de desde o começo da série histórica da Companhia Nacional de Abastecimento, que começou em 1996. Cada brasileiro consome, em média, 26,4 quilos de carne por ano. A queda no país foi de cerca de 14% em comparação com 2019, antes da pandemia.