Anúncios

Um bebê indígena de três meses morreu, na manhã desta segunda-feira (24), no pronto-socorro de Barra do Garças (520 km de Cuiabá). A seria de uma aldeia do município e estaria com diversos hematomas pelo corpo, incluindo um furo no pescoço. A investiga se ela foi vítima de maus tratos, já que os pais alegaram que a menor estava apenas com um furúnculo.

O Conselho Tutelar foi acionado para seguir ao hospital depois de os médicos perceberem os machucados. A então entrou no caso e iniciou as investigações. O Estado então logo ficou com a guarda da criança, já que havia esta suspeita. 

A morte do bebê foi confirmada nesta segunda-feira (24), pelo conselheiro Moraes, em à Rádio Aruanã: “Sim, a faleceu e agora a polícia vai apurar se ela foi vítima de maus tratos na aldeia”.

Os pais teriam alegado que o bebê estava com um furúnculo no pescoço e por isso faleceu. A vítima estava com a cabeça inchada, buraco no pescoço e a parte da costela roxa.

A continua a investigação e aguardará os laudos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).