Anúncios

O gás liquefeito de petróleo (GLP), também conhecido como , está 5% mais caro nas distribuidoras. O efeito cascata logo chega a cozinha do trabalhador.

A Petrobrás, que mudou recentemente sua direção como intuito de alterar a política de preços praticados, justiça o aumento. Segundo a estatal, a alta reflete as movimentações da cotação internacional do petróleo, utilizado como insumo na produção do produto, além do câmbio.

O reajuste é o quatro em 2021.

Até o dia 1º de abril, de acordo com Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (), o preço médio do gás de cozinha em era de R$ 108,13, os valores segundo o órgão variavam de R$ 100,00 a R$ 115,00.

Para pesquisar quais locais com valores “menos salgados”, acesse o endereço https://preco.anp.gov.br/, depois procure a opção pesquisas por município. Na sequência digite o nome da sua cidade, sem acento.