Anúncios

Nos últimos 30 dias, registra queda no número de pacientes que necessitam de internação hospitalar para tratamento da -19. No dia 2, 2.427 pessoas estavam internadas por conta da doença, já o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) desta quarta-feira (28.04) aponta 1.547 hospitalizados. Uma redução de 36,2% das internações em leitos clínicos e em Unidades de Terapia Intensiva ().

Os dados são acompanhados pelos técnicos do Governo e demonstram tendência de queda, desde março, no número de hospitalizados em todo o Estado.

A queda nas internações reflete nos dados da taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) pactuadas pelo (SUS). No dia 28 de março, a taxa de ocupação de UTIs era de 96,6%, com 490 pessoas internadas em leitos pactuados e apenas 17 disponíveis.

Já nesta quarta-feira, o boletim epidemiológico aponta que 87 leitos de UTI estão disponíveis e a taxa de ocupação é de 84,2%, com 464 internados em leitos públicos.

A fila de espera por um leito de UTI está zerada desde a última quinta-feira (22.04).

Outro dado estatístico é relacionado à taxa de ocupação para leitos de enfermaria pactuados pelo SUS. Em março, a taxa estava em 64%, e hoje registrou 44%, com 359 pessoas internadas em leitos pactuados. São 470 leitos clínicos disponíveis pelo SUS.

O epidemiologista e secretário adjunto de Vigilância à Saúde, Juliano Melo, reforça, no entanto, que o cenário de ocupação hospitalar ainda é crítico e que as medidas preventivas precisam continuar a ser seguidas.

“É perceptível que os indicadores caíram nos últimos dias e isso é positivo, mas precisamos reforçar que ainda estamos registrando altos números de infectados e hospitalização. É essencial que as medidas de prevenção sejam seguidas”, enfatizou o gestor.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.