Anúncios

No domingo (25), em São Paulo , uma de 10 anos morreu eletrocutada após tocar em um poste energizado no estacionamento de uma estadual na Área Continental de São Vicente, litoral do estado. Nesta segunda (26), a Secretaria de paulista se manifestou lamentando a morte do menino e disse que local estava trancado quando criança resolveu adentrar. As informações foram apuradas pelo G1.

Conforme contam testemunhas, Davi Cristian Silva , jogava bola no estacionamento do colégio estadual Mário Covas Junior, localizado no Parque das Bandeiras, quando ele tocou em um poste energizado e caiu. “Ele teve choque contínuo porque a área ainda estava energizada”, disse a mulher, que preferiu não revelar identidade.

Segundo os relatos da testemunha, uma pessoa tirou o menino de perto do posto no momento em que percebeu que ele estaria levando um choque. Familiares e moradores da região apareceram rapidamente e levaram o menino ao Pronto Atendimento Parque das Bandeiras. 

Através de nota, a Prefeitura de São Vicente declarou que a criança entrou na unidade de saúde sofrendo uma parada cardiorrespiratória e que a equipe de socorro executou manobras para ressuscitar menino, mas ele infelizmente não resistiu aos ferimentos.

A Secretaria de Educação de São Paulo disse estar seguindo todos os procedimentos no local do ocorrido e que uma perícia irá comunicar a causa das descargas elétricas. Disse que a unidade de ensino estava trancada, como todos os outros finais de semana.

Ainda de segundo com a pasta, as aulas presenciais ficarão suspensas nesta segunda (26) para que assim, todas as medidas de segurança sejam avaliadas. A Diretora de Ensino de São Vicente se colocou a disposição para esclarecimentos.

O Gabinete de Segurança comparecerá na unidade de ensino nesta segunda, com o do Conviva Central, para prestar auxílio a escola e verificar suas condições de segurança.