Anúncios

A irá ouvir, nesta terça-feira (16), testemunhas do de Victtor Cauã Bianchini Silva, de 17 anos. Ele foi morto a tiros no domingo (14)  em um centro espírita de Rondonópolis (215 km de Cuiabá). 

O principal suspeito de cometer o crime é um homem que seria pai de um garoto de 13 anos que iniciava os da religião. O suspeito não aceitava a religião do filho. Segundo a Polícia, o homem segue foragido. 

A Polícia afirma que o testemunho de quem estava presente no episódio será fundamental para elucidar o caso, esclarecendo as circunstâncias e a motivação do crime. 

Segundo a Polícia Civil, o menor morto não era pai de santo, como vinha circulando na mídia. Ele era apenas um frequentador do centro espírita. 

A outra pessoa que foi ferida durante os disparos – levou três tiros – é a responsável pela realização dos cultos religiosos. Ele foi socorrido e se recupera dos ferimentos sem risco de vida.

As investigações seguem em andamento pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), assim como as buscas para localizar o suspeito. 

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.