Após serem comunicados a respeito do desaparecimento de um menino no rio Vermelho em Rondonópolis, os bombeiros concluíram que tudo não passou de um engano ou falso comunicado. O episódio ocorreu na última quarta-feira (16). 

Na ocasião um morador acionou o Corpo de Bombeiros, via telefone, informando que havia flagrado um menino sendo levado pela correnteza no rio. 

Desde o dia do suposto desaparecimento, os bombeiros realizaram buscas pelo leito do rio com objetivo de encontrar a criança `desaparecida´. No entanto, nada foi encontrado. 

Diante disso, e do fato de nenhum familiar procurar as autoridades para prestar queixa, mesmo depois de alguns dias de desaparecimento, os bombeiros concluíram que, o morador tenha se confundido ou feito falsa comunicação. 

Conforme informações, uma das probabilidades é que o morador tenha confundo o menino com entulhos ou objetos que são levados pelas enxurradas no rio, situação comum neste período chuvoso. 

Além disso, um dos bombeiros relatou que em anos trabalhando nunca presenciou uma caso como este. 

Os bombeiros alertam para que a população tenha cuidado ao acionar o Corpo de Bombeiros, pois um trote pode gerar prejuízos, tanto financeiros quanto na atuação em outros salvamentos.