Anúncios

Um posto de combustível em Várzea Grande que estava comercializando etanol adulterado foi alvo de fiscalização, nesta quarta-feira (17.03), em mais uma fase da operação conjunta deflagrada na semana passada pela Polícia Civil, através da Delegacia Especializada do Consumidor (Decon) Procon Estadual de e da Agência Nacional do Petróleo (ANP)

A operação de fiscalização faz parte das ações realizadas para marcar o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor, comemorado na última segunda-feira, 15 de março, e visa coibir e reprimir adulterações de qualidade e na quantidade da vazão dos bicos de combustível dos postos da Capital e de toda a região metropolitana.

Durante a ação realizada no posto de combustíveis localizado na Av. Ulisses Pompeu de Campos, região central de Várzea Grande. Os técnicos de regulação química da ANP constataram indícios de que o etanol comercializado pelo estabelecimento está adulterado por adição de aproximadamente 1% de água.

Com a constatação, as equipes realizaram a interdição de quatro bicos e de duas bombas de combustível, além do lacre de um tanque que está com mais de 5 mil litros de etanol combustível. O gerente de pista do posto foi conduzido à Decon, onde foi interrogado e posteriormente liberado.

Segundo o delegado da Decon, Rogério Ferreira, o proprietário do posto, que está viajando, também deve ser interrogado nos próximos dias. “A Polícia Civil instaurou um inquérito policial para apurar o responsável pela adulteração do produto”, disse o delegado.

Ação conjunta

Durante 15 dias neste mês de março, policiais civis e fiscais do e da Agência Nacional do Petróleo (ANP) fiscalizarão aproximadamente 40 postos de combustível da região metropolitana, que foram selecionados por meio das denúncias encaminhadas pelos consumidores.