Anúncios

Um grupo criminoso está se aproveitando do momento, e aplicando golpes em familiares de pacientes internados com a covid-19, em (509 km de Cuiabá). Os bandidos se passam por e solicitam para cobrir um suposto seguro do plano de saúde da Unimed.

Prints de uma conversa, no aplicativo WhatsApp, mostram o momento em que um dos estelionatários entra em contato com a vítima, munido de dados pessoais do filho dela, e diz que o quadro do paciente piorou e será necessário acionar um seguro para transferência. Em seguida, pede um depósito de R$ 5 mil.

Entretanto, o golpe não deu certo, pois o filho da vítima já havia morrido e sido enterrado no dia anterior. Além disso, a mãe se passou por esposa do paciente para enganar o falsário. 

Desta forma, ela procurou a Delegacia imediatamente. A Polícia Civil conseguiu rastrear e prender um dos envolvidos. As investigações seguem.

Na segunda-feira (22), a Unimed emitiu nota, na qual informou que não pede valores pelo WhatsApp e que os cuidados precisam ser redobrados. 

“Qualquer negociação é feita diretamente com o setor de autorizações e triagem da cooperativa.A orientação é que nenhum familiar realize transferências bancárias após essas abordagens, pois nenhum médico entrará em contato por mensagem solicitando dinheiro para tratamento de pacientes”, diz a nota. 

Veja os prints:

Reprodução